A PEÇA QUE FICA SEMPRE BEM (E AS PROVAS)

quinta-feira, fevereiro 01, 2018















Carolina Herrera, cuja imagem de marca é muito associada à camisa branca, afirma Quando não sei o que vestir, escolho sempre uma camisa branca. É uma aposta seguríssima!”.



A direito, cintada ou loose. Justa ou oversized. Com gola clássica ou laçada. Curta ou comprida. Com ou sem acessórios vistosos. Num look feminino ou normcore (ou "athleisure").

Não há melhor tela para dias mais ou menos inspirados que a camisa branca. Simplesmente não há. Se eu tivesse que dizer a peça que todas as mulheres TÊM mesmo de ter, é a camisa branca.



Mas... De onde vem tanta consensualidade? Adapta-se facilmente a qualquer situação: de trabalho a uma saída informal, ou numa roupa prática de fim-de-semana. E fica SEMPRE-BEM (e, por bem, entenda-se, também, elegante).



No entanto, conseguir "a tal" não é uma missão assim tão fácil. Há características que esta deve ter - tomem nota:

- Experimentem vários modelos. Esta peça tem potencial para combinar com quase tudo no vosso guarda-roupa, escolham uma com que se identifiquem, e que vos assente na perfeição.

Invistam. É uma peça para sempre, que nunca passa de moda, por isso vale a pena investir em qualidade. Sem contar que materiais de má qualidade dão um ar mau à peça (linhas a saltarem, possibilidade de buracos, desgaste com as lavagens) - passem longe disto!

Atenção ao detalhe. Hoje em dia existem inúmeros modelos de camisas brancas: desde a gola, aos botões, ao próprio comprimento e largura, e em vários materiais. Mais uma vez, é uma questão de procurarem bem e ver o que mais se encaixa no vosso estilo.

Tempo. Não queiram acertar na camisa branca ideal logo na primeira loja em que entrarem, isso dificilmente vai acontecer. Como já mencionei, é uma peça para a vida, por isso vale a pena procurar bem a “tal”.



Agora... Por onde procurar?

Totême, Ralph Lauren e Anne Fontaine são as minhas preferidas em tudo. Mas, claro, se não querem investir (again, não recomendo), vou dar-vos a pólvora - a Trafaluc. Sim, a zona barata da Zara. Em qualidade não é inferior a nenhuma marca fast fashion (as linhas normais, e não Studio e afins) e em modelos consegue sempre ter os mais giros, e sempre por 22/25 euros. Vale a pena espreitarem!


You Might Also Like

1 comentários

Obrigado por comentarem!