Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Qua | 31.01.18

HÁBITOS PARA NÃO DESPERDIÇAR DINHEIRO


No seguimento de "ano novo, melhor consumo", longe de trapos e trapinhos (pois, pois), um post para tentar remediar maus gastos - ou seja, desperdício. E, comprar bem é não comprar coisas (roupa e não só) que não fazem falta/sentido.


FOLHAS & LISTAS // Se gostam efectivamente de comprar por mais que necessidade (#QuemNever), e/ou estão a planear apostar em investement pieces, as listas são a melhor forma de manter o foco. A lógica é a mesma do supermercado: fazer uma lista e manter. Caso contrário, acabamos com o carrinho com Estrelitas (= trapos) e sem aquilo que realmente queríamos.


TER O HÁBITO DE DEVOLVER // Sim, não é por comprar (época de saldos, incluída) que temos de ficar. Muito pelo contrário: em caso de indecisão, podem trazer, experimentar em casa (e combinar com as peças/acessórios que tínhamos em mente) e, aí sim, se a indecisão de mantiver, toca a agarrar nos talões e voltar à loja. Acreditem ou não, este é aquele ponto em que tenho de melhorar!!!! 


NÃO COMPRAR SEM "SABER" // Comprar por comprar, no seu estado puro. Ou seja, comprar uma peça "porque sim, é tão gira", quando ela não faz sentido: (1) no nosso estilo; (2) no nosso guarda-roupa; (3) na nossa rotina (imaginem, saltos altos para quem não tem um dia-a-dia que o permita). Pensar antes de pagar!! (ou, em dúvida, já sabem - devolver!!)


NÃO APOSTAR NO QUE NÃO "NOS SERVE" // Na continuação do post anterior, o que não se adequa ao nosso estilo e à nossa rotina. Ou seja, nem tudo o que gostamos nos "serve". Eu, por exemplo, gosto de IMENSA COISA, mas só extravaso em certo tipo de peças. Já sei que não vou usar, por exemplo, calças e saias que não são básicas - 1, não me favorecem a parte do corpo que mais me esforço por "disfarçar"; 2 - não gosto de me ver no dia-a-dia, não me identifico. Nem tudo tem que estar no nosso guarda-roupa.


CALMA COM AS HORMONAS!! // Bem... Preciso de esticar esta explicação? Como no supermercado (again), a ideia é não comprar em dias de TPM/Neura. Eu sei, é quando sabe melhor. Mas também é 80% da origem de tudo o que temos e não precisamos (atirei o número para o ar, mas aposto que tenho razão). 

Ter | 30.01.18

#5 LIÇÕES DE ESTILO DA COUTURE WEEK

A Couture Week, em Paris, foi aquela lufada de ar fresco que tanta falta faz em Janeiro (sendo que estamos desde Outubro sem esta Dose de Inspiração que só o street style consegue dar). Os cliques não foram totalmente ao meu gosto, dava-me a sensação que metade das pessoas estava em modo WAY much; e a outra metade não sabia bem o que andava ali a fazer (ahhh, este julgamentozinho de quem está de pijama no sofá a ver, right? ahahah). 

Ainda assim, há sempre espaço para alguns preferidos. E estes são os meus:



O preto é (quaseeee) sempre certo. E elegante. E certo! E os acessórios prateados a complementar? Vou só repetir mais uma vez: CERTO. 




As conjugações mais inesperadas podem bem ser as melhores. Bege com laranja e amarelo, em Janeiro? Isto tinha tudo para dar muito errado, mas... Foi um dos melhores looks da semana, de longe.




Slingbacks (e sandálias) brancos - uma "micro trend" que, provavelmente, se transformará numa maxi-trend em breve. Transitam as botas brancas do Inverno para o Verão. O que acham? (Eu calçava este modelo Vetements até em verde, confesso)




As meias fazem TANTA diferença num look básico. Mais uma lição de Outono/Inverno que quero "transitar" para a Primavera, sem dúvida.




French Editors do it better. Não têm nenhuma das últimas modas. Uma delas até tem calças à boca de sino. Os cabelos no ar, a maquilhagem inexistente. Yet, sempre uma inspiração. Na Moda e no estilo, carisma vale mais do que tudo o resto combinado. 
Ter | 30.01.18

MINIMALISMO DE PRIMAVERA

Zara, Cinco, Eletta e Bimba y Lola.

Perdoem-me se ainda estão no mood Invernal. Eu já viajei até Março - no que toca a posts, claro. Estas próximas semanas estão demasiado promissoras para desejar saltá-las! ahah

Sobre o set:
- Vestido midi, mais do que uma peça elegante, é prático e perfeito para deixar as collants; 
- As correntes da Cinco, aquele clássico (e esta novidade, que ainda não vi no site, é das mais gostei nestes anos todos da marca);
- O novo Eletta Sync, bonito, versátil e muito cool; 
- A bolsinha-saco da Bimba y Lola, que vai bem de encontro à tendência Evening Bag durante o dia (ler mais neste post); 
- Finalmente, as sabrinas desportivas, outra das grandes tendências do momento. Pensem nestas como as novas "Miu Miu". Este modelo da B&L é bem giro e acessível!

Seg | 29.01.18

BRETON STRIPES



De forma mais ou menos formal, as "Breton Stripes"(riscas ao estilo marinheiro) são consideradas um must-have no guarda-roupafeminino (e mesmo masculino). Afinal, ficam sempre bem e nunca passam de moda.

E *SURPRESA* eu sou uma grande fã. Tenho várias camisolas e t-shirts com estas riscas. E, neste Natal, encontrei "A" tal. Este modelo da Rust & May (que comprei para mim e igual para a minha mãe, que também procurava "A" tal) é tão perfeito que nem hesitei a "oferecer a mim mesma". A qualidade é incrível e o detalhe do coração torna esta peça clássica em algo muito mais especial. Next stop: a com riscas azuis.




Elegantes, clássicas e facilmente conjugadas com todo o tipo de roupa eacessórios (e mesmo maquilhagem), a cada estação descobrimos novas peças (e atémaneiras de as usar). Mas, claro, a t-shirt (de manga comprida ou curta) será sempre um eterno must!

Dosmodelos mais justos aos mais loose, de alças mais finas a manga comprida, deriscas mais finas às mais grossas, sem esquecendo as irregulares. Basta escolherem a "vossa" peça. Ou, vossas. Não é, certamente, má ideia ter mais que uma opção!




Há muitos cliques que nos inspiram a usar estas riscas e, claro, nem todos são do último ano: existem editoriais e imagens de todas as décadas. Afinal, até Coco Chanel era fã!

Para combinar: well, sou suspeita. Pois combino muito com outras peças clássicas, como blazer, trench, uma camisa, um lenço, casaco de ganga, mom jeans. É realmente um padrão que adoro combinar em modo "óbvio". Mas fica tão bem. Não acham?



Seg | 29.01.18

#3 LOOKS PARA COPIAR (E PORQUÊ)


Ontem nas minhas pesquisas, dei de caras com esta imagem e pensei: "usava qualquer um dos 3 looks". São diferentes mas parecidos, e todos têm elementos que adoro. Por partes.


1 // Culottes & sabrinas. Ou calças com a bainha mais subida. Sou tão fã desta combinação - ultimamente tenho falado imenso de slingbacks e mules, mas... Há poucos sapatos tão bonitos e elegantes (de uma forma menos óbvia, claro) que umas baillarinas de qualidade. Querem um post só sobre isto?

2 // Vestido midi. Oh, vestido midi. Eu adoro!! Com botins, com sandálias de tacão médio ou ténis. Acho o vestido midi o novo "little black dress".

3 // Saia midi. Nomeadamente, novas combinações com esta peça. Com roupas largas, com camisas fluídas. Perder o amor a sublinhar a nossa silhueta e abraçamos o oversized com esta peça. Quero muito apostar nisto quando pudermos dispensar as collants do nosso dia-a-dia.
Seg | 29.01.18

PODEMOS USAR JÁ ESTA TENDÊNCIA DE PRIMAVERA


Ou: meet the new it-bags!

Esqueçam as bolsas de rede e as cestinhas: temos duas micro-trends em altas (e eu já tenho a minha preferida).



 Comecemos pelas Evening Bags - em tamanho, de estilo étnico ou inspiração vintage:




Pormenores-chave: são saquinhos, são pequenos e têm cor e ornamentos.

Onde comprar: ZARA!, claro. Eu aproveitei os Saldos, mas já na colecção nova se vão vendo alguns modelos.



Em segundo: as bolsinhas de pérolas.


A Shrimps lançou o modelo e, claro, já começam a surgir as versões inspiradas.

As versões low cost são com pedras em plástico, ao género das bolsinhas que usávamos na escola primária! Podem ser simples ou CHEIAS de cor - um regresso total à infância.

Onde comprar? A Mango tem este modelo - mas temos a certeza que a Zara não demorará.




O que acham? Qual preferem? 
Seg | 29.01.18

OS SAPATOS PRETOS PERFEITOS PARA A TRANSIÇÃO

Uterqüe

Sapato preto é sapato preto - é válido, útil e elegante em qualquer temporada e ocasião. E eu, realmente, faço desta regra uma das minhas "bases absolutas". Aliás, 80% dos meus sapatos são pretos. (15% são ao nível carnavalesco e 5% são bege/nude)

Ao ver estes na Uterqüe achei-os perfeitos para a próxima Primavera (e para qualquer momento da temporada quente no geral, claro!!). Não só porque estou a tentar (IMENSO) trocar mais os ténis por sapatos, mas também porque...


- Os laços são sempre um bonito apontamento em sapatos. Mas, actualmente, são realmente muito trendy! Vale a aposta.

- São em linho, o que vai fazê-los destacar-se nos conjuntos jeans & white shirt (os meus preferidos).

- However, o interior é em pele! #yey

- O tacão é super simpático. Foge do granny shoe (para quem já cansou), mas mantém-se no confortável.
Seg | 29.01.18

#5 BONS ACHADOS NA TRAFALUC


Bem, como sabem, acho a Trafaluc a intervenção "divina" dos "deuses da moda" para os comuns mortais. No que toca a tendências do momento, acessíveis e bem conseguidas, a Trafaluc (Trafas, para os amigos) é dos melhores sítios para irem!


Sejam sapatos, bolsas, peças de roupa ou pequenos acessórios (a minha parte preferida), se é tendência do momento, está aqui. E, ao longo dos últimos anos, a qualidade tem melhorado BASTANTE, fazendo desta secção um verdadeiro achado na qualidade/preço.

Eu, por aqui, gosto de fazer os meus "achados". Não compro camisas brancas ou (muitos) sapatos, mas gosto de comprar vestidinhos, calças (tantas!!), e tendências que não tenho a certeza se quero realmente apostar (ou, lá está, para "peças de estação"). Se é verdade que quero, cada vez mais, abandonar este consumo com uma mentalidade tão sazonal, também é verdade que o nosso armário também gosta de achados Bons Bonitos & Baratos.



No set de hoje, 5 tendências que vão ver muito na próxima temporada: óculos mini (sim, continuam), sapatos bicolor (dos botins de Inverno passamos para as mules), fanny pack (bem ao estilo dos anos 80/90, claro), calça com riscas laterais (sim, regressaram - até eu já me rendi) & bolas e bolinhas (transitam do Verão passado - ADORO). 
Seg | 29.01.18

COMO INOVAR NOS LOOKS DE TODOS OS DIAS



Não sei se vos acontece, mas a mim sim: na maior parte dos dias, acabo por vestir sempre a mesma coisa. Não a mesma roupa literalmente (lol), mas fazer os mesmos conjuntos de forma diferente. E isso acaba por ser boring. Já sabemos o poder de um conjunto "to-go" em manhãs apressadas/difíceis, e hoje vamos falar de bons truques de styling para inovar!! E sim, durante a semana, no fim-de-semana, quando quiserem. 

Estes são os meus preferidos:


Meias // Este é o truque mais trendy. As meias ganham o destaque junto dos acessórios "it" e são uma das formas mais fáceis, giras e rápidas e dar aquele "up" num look básico.

Ir mais longe (e arriscar a sério), é fazê-lo com saltos. Eu bem gostava, mas ainda não tive coragem!! ahah




Kitten Heel // Este tacão é à prova de preguiça: é baixo, elegante e confortável! Não há como escapar. Claro que são, quase sempre, fininhos - e a calçada portuguesa tem um certo problema com tacões finos - mas um tacão quadrado e baixinho é igualmente elegante e mais prático para quem anda muito a pé. 




Satin // Fazer do cetim um tecido a ter em conta nas próximas idas às compras (ou um tecido com efeito semelhante). É que faz mesmo uma grande, grande diferença - eu não tenho muitas peças, mas as poucas que tenho tornaram-me "crente".




Túnica // Usar uma túnica fora da época balnear pode ser uma excelente ideia. Claro que não me refiro a modelos para praia, mas sim aos feitos para o dia-a-dia. Para usar como "casaco" ou vestido por cima de calças. Feito & feito!!




Tweed Jacket // É um clássico por algum motivo. Um casaco em tweed é uma excelente aposta, mais básico ou bem colorido, este modelo vai fazer a diferença nos tais "conjuntos to-go" (e é fácil usar). 




Bege & Riscas // Uma combinação que conseguem facilmente - basta ter em mente. Uma malha ou uma t-shirt às riscas com um casaco (de um modelo da vossa preferência) em bege ou camel. É uma combinação que dá sempre um "UP" na elegância do conjunto.





Camisa azul oversized // Se a camisa azul já é um bom statement em qualquer modelo, no oversized a aposta é totalmente GANHA. Com ou sem riscas, um modelo larguinho (tipo masculino) em azul, não só é versátil de combinar como vai dar sempre no olho (e no bom sentido) - especialmente quando combinado com preto.




Mix it up // Aqui vamos entrar numa de "façam o que eu digo, não façam o que eu faço". Misturar cores (cor mesmo, sem neutros incluídos), padrões, acessórios - vale a pena! Exige treino, olho e tempo, mas vale a pena. A exuberância (quando bem feita) também é muito elegante. 


Dom | 28.01.18

XANALESSONS // VAMOS FALAR DAS CRISES DA SEMANA?



Estava num jantar quando o meu telefone tocou* com a bronca, que só consegui ler quando cheguei a casa, com pouca cabeça para "digerir". Na manhã seguinte, como sempre, antes de "acordar", dei aquela vista de olhos básica nas redes sociais. E, estava em todo o lado. Aliás, nessa manhã, não se viu outra coisa.

Ulyana Sergeenko e Miroslava Duma têm uma coisa em comum comigo e com milhares de outras pessoas: gostam da música Niggas in Paris (agora, parece, é de bom tom fingir-se que sempre se escreveu "Ni**as in Paris") e usam-na como referência pop. CALAMIDADE! Sim, desde aí, relembrei-me que, no outro lado do oceano (onde, btw, foi criada a música em questão), Nigga é um termo com uma carga negativa e ligada ao racismo [sabia, mas confesso que não tinha presente, especialmente no contexto da expressão da conhecida música]. E os americanos (e não só, claro, já sabemos que na era das Redes Sociais, somos um só no que toca a solidariedade ao próximo quando toca a espalhar ódio e revolta), que não faz ideia que na Europa (pelo menos) a palavra não tem essa mesma carga, JULGOU E ARRASOU a dupla russa de it-girls e empresárias. 
É que nem me lembro da música alguma vez ter causado polémica, mas este era um alvo tão fácil, afinal! Parvinhas da moda, acha a maioria que nem sonha tudo o que ambas atingiram (especialmente a Mira), por mérito próprio. Basta pôr os olhos no Instagram dela, para verem que é só glamour e pequenos-almoços de hotel. ZERO trabalho por um objectivo muito esquecido pelos grandes nomes da moda: uma produção mais sustentável. Enfim... Ainda o dia ia a meio.


Eis que Brian Boy decide publicar um vídeo de 2012 de Mira com comentários pouco simpáticos sobre ele. Sim, os comentários são indiscutivelmente maus (não lhes vou colocar um dos labels da moda, porque esta semana já nem os aguento ler), dignos de uma pessoa com a mente fechada - especialmente para quem tinha criado um poderoso meio de comunicação digital, com muita influência na comunicação de moda na Europa de Leste. 


Caiu o Carmo e a Trindade. Dou de barato: os comentários eram chocantes de ouvir em 2018. Temos tido uns anos muito fortes no que toca à abertura de mente quanto às roupas (e toda a questão no geral) transgénero, e parecia que aquilo estava a ANOS de distância. Mas, oh wait, ESTAVA MESMO. A Vogue Espanha poupa-me o Latim e aborda a questão da melhor maneira possível, tendo como base a explicação da Miroslava sobre a segunda polémica do dia: o que pensavam vocês em 2012? Que ideais tinham? Em que é que acreditavam?? Eu nem sequer me consigo lembrar bem, por isso... Quem sou eu para julgar quem quer que seja?

Já a caixa de comentários das várias publicações e perfis em causa (e muitos tantos que se meteram ao barulho e, em grande parte, para se aproveitarem do hype da questão), espelhava aquela que, para mim, foi a verdadeira BARRACA da semana: ódio, ódio e mais ódio. Insultos grátis, zero conteúdo. Bloggers e Influencers de nome e renome (que outrora só quereriam ser vistas ao lado de Miroslava) a chamarem-lhe Basic Bitch e muito pior. Ahhh, telhados feitos de pedra, estes.

Aquilo que ninguém parece questionar é: porquê agora?? Quem teve este vídeo guardadinho para este dia? Anos e anos depois, POW. Acho estranho que ninguém questione isto. É claro que isto não deu polémica antes porque, talvez (e infelizmente), esta opinião NÃO FOSSE assim tão anormal - e ainda bem que existem bloggers como o Brian que abriram muitas mentes. Mas... Se ele não gostou de ver uma pessoa a dizer aquilo, porquê responder (e fazer com que muitos façam o mesmo) na mesma moeda? 


E é isto. Um comentário no artigo do BOF, diz TUDO. 
Eu nem estou aqui a dar a minha opinião sobre nenhum dos ideais "atingidos", apenas sobre os factos e sobre aquela que é a grande questão: quando vamos parar de espalhar tanto ódio? QUANDO? É que, ao contrário de tantos outros estereótipos e "fobias" que temos vindo a "vencer", o maior problema (que os gerou), mantém-se e predomina: ódio, raiva e frustração. E isso leva-me a estar cada vez mais afastada das redes sociais (ainda que o meu trabalho seja em Digital e passe em grande parte por Social Media) e das polémicas que se geram nelas. Incrível como certas realidades ganharam tanto com as Redes Sociais, e outras pioraram. Leva-me a concluir que o mundo, no final, está igual: cheio de ódio, com os valores vazios e/ou trocados.




Enfim... Mas, a semana ainda não tinha terminado. E eis que Alexandra Pereira, aka Lovely Pepa, revela a sua própria bomba:



E, já que falamos em ódio, o que dizer disto? Eu fiquei chocada. A Vogue Espanha foi posta debaixo de fogo e, claro, depois de ter os fóruns em baixo, acabou com os mesmos. Eu acho TRISTE que a solução seja acabar com os fóruns... O que precisa de ser terminado seriam os canais criados para um fim que não os de partilhar experiências e opiniões. 

Só tinham que admitir que, por interesse ou negligência, não tinham terminado com os canais antes e fazê-lo agora. Não, como é costume hoje em dia, agir sobre o peso da polémica para uma acção extrema. A vida não é a preto e branco, e não é a fazer tudo EM GRANDE (vamos ACABAR com isto, ok? Calem-se lá agora.) que se alteram mentalidades. Mas terminar polémicas é o que é preciso, não é verdade? Hoje, domingo dia 28 (apenas 3 dias depois do vídeo), nem sequer existe um artigo na homepage do site. Ficaram-se por um post de Instagram com um textinho politicamente correcto, e já está. E isso, sim!, demonstra a pouca importância REAL que isto teve na mesma.  



Uff, desculpem o tamanho do post, mas precisava falar e pensar nisto. E, agora que o fiz, até me sinto de mau humor. Decididamente, vou manter a minha decisão de ler menos e menos sobre as polémicas do dia... 



* a portadora da bomba foi a incrível Raquel Felino, que podem (e devem) seguir aqui
Sex | 26.01.18

DOIS SETS PARA QUEM QUER ARRISCAR

Directamente da Zara e Uterqüe, dois sets com tendências atuais e cheias de pinta para quem gosta de arriscar, de ir além, ou, apenas, quer novidades!! Seleccionei algumas:



Blusa com mangas em balão & saia midi fluída com folho (Victoria Beackham style) & cesta estruturada & botins com textura (um clássico para usar sempre).



Bolas e bolinhas seguem para mais uma estação & calças e direito com cintura subida (será que algum dia vamos voltar às cinturas baixas??) & boina com pérolas (porque - sim! - ainda estamos no Inverno) & Clutch XXL (que peça statement) & Pumps com textura (neste caso, veludo).



Ideias que podem usar já (com meias, com um casaco por cima) ou ir ponderando para quando a Primavera estiver de volta! Por aqui, muitas mais ideias a chegar. 

Qui | 25.01.18

A CAMISA BRANCA QUE NÃO É BÁSICA

Mas que vamos usar MUITAS vezes:


Estive na Uterqüe esta semana e tenho que vos dizer: ainda agora começou a colecção nova e já está "perigoso à navegação". Sapatos, the usual (ver o resultado, aqui); bolsas, algumas boas apostas, sim. Camisas: on-fire!!!

Sou MUITO pouco dada à veia romântica, vivtoriana, boémia. Mas esta camisa, que junta tudo num só (e em seda), agradou-me a 90%. O facto de ser muito transparente não favorece muito neste modelo, fica um pouco estranho. Pelo menos eu achei - e vocês? 
Qui | 25.01.18

O MAIOR SEGREDO PARA COMPRAR BEM NA BIMBA Y LOLA

Durante muitos anos a Bimba y Lola foi associada essencialmente às suas malas, carteiras e bolsas. Longe vão os tempos. De facto, a marca tem melhorado e actualizado bastante toda a sua oferta a cada temporada e, ao longo dos meus anos como cliente, são muitas as excelentes surpresas que tenho tido.

Comecemos pela colecção P/V de 2018 (ou, o que se conhece até agora):




O styling está óptimo, a produção também (para lookbook), as cores, os padrões - existem muitas peças de roupa por descobrir. Apenas tenham cuidado com as composições face ao preço - nem sempre têm uma relação justa, atenção. No entanto, fica a nota de que os sintéticos da B&L são bons.


Mas, adiante, se tivesse que eleger UM produto-estrela, não tenho dúvidas: são os sapatos. Os sapatos são óptimos, de óptima qualidade, conforto e design. Sou mesmo muito fã e, claro, já com um modelo na WL:


Os encarnados da marca são sempre lindíssimos, tenho a dizer. E acho que é desta que junto uma sandálias nesta cor ao "portefólio". 



Então, se tiver que dizer o meu segredo para comprar BEM na Bimba y Lola é mesmo: não ficarem na secção malas!!! De todo. Optem pela pele (em malas e sapatos), atenção às composições da roupa e, claro, aproveitem as muitas épocas promocionais da marca!! É muito fácil comprar muito bem por aqui. (e a entrega da loja online é a melhor que já vi, de longe!!)
Qua | 24.01.18

DO DIA PARA A NOITE - COMO?



Uma das questões mais colocadas: como passar do dia para a noite? Nos dias de semana, é muito comum seguir para programas (lá está) after work, e o que costumo fazer, é:

- Retocar a maquilhagem (blush e batom).

- Nesse dia, usar um casaco tipo blazer (assim não precisam trocar).

- Trocar ténis (às vezes) por saltos.

- Uma clutch/pouch.



É sempre boa ideia optarem por vestidos básicos e caprichar nos acessórios. Feito & feito!!


Para mais detalhes sobre as peças, cliquem na imagem.
Qua | 24.01.18

O VESTIDO MIDI PERFEITO


Como devem reparar, não costumo passar muito pela Mango. Quando estava pelo Chiado, dava um pulinho de vez em quando à mega loja nos Armazéns (clean, espaçosa e sem multidões), mas ultimamente não tem acontecido.

No outro dia estava a "matar tempo" no Almada Fórum, que tem a loja totalmente renovada e super cool e, além de imensos bons achados de saldos (slingbacks, mules, vestidos, quimonos ao estilo oriental, blusas finas com manga balão - está lá imensa coisa!!), dei de caras com este vestido (em preto). ADOREI!


Tão simples, tão elegante, tão bonito. Tudo o que queremos num vestido básico, que vamos usar vezes sem conta, com ténis ou sandálias, com ou sem casaco, etc etc etc. Custa 50 euros, um pouco mais que o normal nestas lojas, mas quando cedo a um vestido mais caro nunca me arrependo - uso imenso e ficam sempre impecáveis. A única questão é mesmo: preto ou branco? 


LINK

Pág. 1/4