XANALESSONS // QUALIDADE, PREÇO E QUALIDADE/PREÇO

quarta-feira, novembro 02, 2016


A propósito da abertura da Forever 21 - e da loucura que foi a promoção de inauguração (só acreditei porque ia vendo no Snapchat) - nos últimos dias tenho falado e lido muito sobre preços, qualidade e qualidade/preço. Na maior parte das vezes, como se fosse tudo o mesmo.

Acho bem que exista, neste momento, variedade de estilos, modelos e tendências, para todos. Do mais baratinho ao luxo, hoje em dia existem opções para todas as carteiras (#Preços) e qualquer tendência está, efectivamente, democratizada. Por aqui, esclarecidos.


Se tudo é #Qualidade? Hardly. Não há almoços grátis e, além de tudo, existem muitos factores que, a meu ver (como consumidora e não especialista no assunto, atenção) fazem a qualidade de uma peça: os materiais, o design, o corte, os acabamentos (costuras, linhas, botões, por aí).


Depois, a juntar isto tudo, está a #Qualidade/preço. E, ainda, o preço por uso (que depende de mais do que qualidade)! Muitas vezes, o ser barato e bonito não é ter uma boa qualidade/preço. Sendo o assunto da semana a Forever 21 (que eu nunca conheci ao vivo, nem pesquisei, confesso), a ideia é que é "barata" (pelo site, não tão barata!!) mas tem uma qualidade que não corresponde. A Primark, por exemplo, tem alguns bons achados neste campo, que é como quem diz, tem um bom preço em algumas secções (e/ou peças) para a qualidade. 

No entanto, não sou cliente da Primark (excepto meias, são as melhores) sabem porquê? Porque nunca usava o que comprava. Por muito baratas que as peças sejam, se não usamos nunca vale a pena. E aqui não tem muito a ver com qualidade - nestes sítios, há toda aquele pensamento inconsciente de "ahh, isto é tão barato que vale a pena!" - NÃO, não vale. Acreditem! Compras por impulso não são boa ideia... Mais vale comprarem pouco (ou nem tão pouco, cabe a cada um) e usarem, do que dar numa de #ALouca e trazer uma maior quantidade de peças (mais baratas) que não vão dar uso: ou pela qualidade, ou porque afinal nem gostam tanto, ou porque são uma micro-tendência que fartou rápido. Enfim, uma série de razões. Com isto não quero dizer que não se devam comprar peças nestas lojas - longe disso. Como disse acima, acho tudo isto uma invenção divina. E uma parte importante da efectiva democratização das tendências (de todas, mesmo). Sobre isso, falaremos outro dia.


Como é óbvio, juntando tudo isto, a minha preferência é a que já sabem: a Zara. Além da Zara, onde também, como em qualquer loja, é preciso ter em atenção (há grandes achados mas também etiquetas que parecem trocadas! lol), há outras tantas: Pull&Bear (melhores jeans, adoro as malhas também), Massimo Dutti e, claro, algumas marcas portuguesas (pagamos sempre a questão de maior "exclusividade", por serem, na maior parte dos casos, peças produzidas em muito pouca quantidade).

You Might Also Like

7 comentários

  1. Concordo plenamente contigo. Não me recordo da última vez que meti os pés na Forever 21 e tenho tantas aqui à minha disposição. Cada vez que metia algo na máquina era um drama. Já a Primark (que já cá chegou também), vou sempre que vou a Lisboa, porque aqueles pijamas e aquelas meias valem sempre a pena! haha

    ResponderEliminar
  2. Concordo , não conhecia essa marca por curiosidade fui ver o site , eu pessoalmente leio sempre a etiqueta do que compro , acho caro para a qualidade do artigo , muitas das peças são poliéster , lycra etc...
    jinhos

    ResponderEliminar
  3. Sou fã da forever 21 há muito tempo, sempre encomendei online e sempre me chegaram produtos com boa qualidade. Também compro na Primark e a qualidade dos produtos que tenho da forever 21 é bastante superior. Não sei se será tudo assim, porque nunca fui a nenhuma loja física, mas aquilo que tenho gosto e não é assim tão barato como a Primark, acho mais no estilo de stradivarius e pull and bear, por exemplo, no que diz respeito a preços . Mas concordo com o texto, sempre que vou à Primark o saco vem cheio, muitas vezes de coisas que compro por impulso, por ser tão barato e depois pouco uso. Mas também já encontrei achados Daqueles excelentes, de bater palminhas! Eheheh!

    www.thebowmommy.com

    ResponderEliminar
  4. Eu não compro na Primark, nem na Forever 21, etc e compro cada vez menos na Zara.
    Ainda me lembro quando a Zara não tinha 24 coleções por ano mas a maioria das peças tinha, de facto, qualidade e preço adequado, o calçado era em pele e não magoava além de encaixar perfeitamente no pé (sou só eu que noto uma diferença aberrante entre as formas asiáticas e as ibéricas?).
    Hoje, para mim, as tendências estão num plano um tanto secundário. As minhas principais preocupações passam pela qualidade dos materiais, pelo local de produção (preferencialmente U.E) e, claro, um preço justo (raramente o é... Se for possível, deixo a compra para os saldos).
    Não perco nenhuma oportunidade de devolver e reclamar das peças.
    Acho que o ritmo de produção atual é injustificadamente acelerado. Fico cansada só de entrar nas lojas. Eu, que há uns anos não podia ver uma Zara... (já para não falar do design das lojas que grita "sirvam-se à vontade, sejam rápidas, não queremos saber" (sou só eu que tenho saudades das antigas lojas em madeira, aconchegantes e nada nada hostis? Até a música se tem vindo a degradar, quando antes havia uma playlist peculiar e de 'bom gosto', muito chill out e lounge, transversal a todas as lojas...). A experiência de compra (no site e sobretudo nas lojas físicas) regrediu de muito boa para má (para mim claro). E as peças? Cada vez mais, mais do mesmo. Preferia quando eram mais seletivos.
    Desculpa o desabafo. :( :/ :s

    ResponderEliminar
  5. Nao posso concordar mais com o comentario acima.À uns anos, e eu só tenho 33, dava um certo prazer comprar peças na Zara. Agora, tanto na Zara como nas outras do grupo ( bershka, pull, straviraius) , os preços sao excessivos, para os materiais que muitas vezes sao pessimos: design fraco, materiais sinteticos, acabamentos foleiros!!!! etc Prefiro cada vez mais comprar menos, e um pouco melhor. Muitas vezes, espero pelos saldos, porque os nossos salários nao permitem grandes aventuras.

    ResponderEliminar
  6. sobre a forever 21, fui a esta loja em londres, quando la fui de férias. Entrei e saí e pensei: outra primark, mas mais cara. Não tive vontade de compra nada... :( mas sao opiniões.

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto muito da Uniqlo. Os desings são bastante simples, mas os materiais são bons (lã de merino, penas, caxemira, etc) a um preço muito acessível.

    http://sersenhora.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar

Obrigado por comentarem!