UM ANO SEM COMPRAS??

sexta-feira, maio 06, 2011

Foi assim que eu reagi quando li este post no blog "Não somos os Beckham", sobre Joanna Moura, uma publicitária brasileira que, por motivos financeiros, decidiu estar um ano sem comprar uma unica peça de roupa (e quem diz roupa com certeza que diz sapatos, malas, bijuteria, etcccc). Para isso criou o blogue "Um ano sem Zara", onde posta diariamente os seus looks e pensamentos.



Eu juro que fiquei a pensar nisto e a filosofar no que significaria para mim um ano sem compras...

Mais dinheiro ao fim do mês (muuuito mais), mas "zero fun"! Gosto tanto de ir às compras: correr as lojas, sonhar com combinações novas, aquela excitação "do brinquedo novo", a beleza de peças pelas quais nos apaixonámos, o up na auto estima...

Por outro lado, e lendo o primeiro post do blogue, conseguimos perceber o outro lado da questão... O lado "Becky Bloom" da questão! Sabemos perfeitamente que existem mil e outras coisas que, igualmente, nos podem transmitir satisfação, mas insistimos sempre no mesmo porquê? Têm noção que eu e algumas amigas raciocinamos financeiramente por preço/peça, do género alguém diz "isto custa x" e eu penso "É o preço de um vestido" LOL É o consumismo no seu estado puro, é quando o "gostar de roupa" se traduz em "precisar de roupa urgentemente", é o vício!!


Sinceramente, sei que tenho roupa para vestir sem grandes repetições durante um ano inteiro... Mas acho que não estou em "estado-Becky-Bloom", e não acho que tenha necessidades financeiras ou psicológicas que me levem a tomar uma decisão extrema como esta. No entanto acho que devemos aprender algo com isto tudo, e tentar desacelerar o desejo consumista, para que um dia não tenhamos um choque igual ao de Joanna (que estava prestes a ser despejada...).




Não sei o que diga mais sobre isto.... Filosofem comigo, vá!!!

Eram capazes de algo tão drástico? Sim, não e PORQUÊ?

You Might Also Like

17 comentários

  1. Fiquei chocada! Primeiro temos que gastar com conta e medida... eu ponho sempre um limite! Se ela teve quase a ser despejada isso quer dizer que a loucura era grande. Realmente só lembra a história da Louca por compras.

    Mas um ano sem compras? Não era mesmo capaz... sério só de pensar dá-me calafrios!

    ResponderEliminar
  2. OH MEU DEUS!! O mundo acabou para essa miuda!!

    ResponderEliminar
  3. Pois para estar quase a ser despejada é porque comprava roupa em vez de pagar as contas :/ , Também não conseguia estar um ano sem compras, se não comprar uma coisinha para mim no final do mês até fico deprimida.

    ResponderEliminar
  4. wow.. tenho dir ver o blog em questão!

    ResponderEliminar
  5. estou tao cansada que nem tenho reacçao possivel xD digo apenas que me acontece o msm, o meu pai diz: podias comprar o tal quadro para cima da cama. E eu: a roupa que eu posso comprar com o dinheiro do quadro
    ahahah
    beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. LOOOOL omg que coisa + surreal....é como dizes...é o acto em si...ir às compras,ver,vestir,comprar...o ritual...omg a ideia lá QUE TEM PIADA TEM mas deixo-a para a Joanna. Euzinha prefiro, ainda, para já...vá...para já...continuar a comprar. Mas gostava de um dia csguir fazer isso XANA MARIA FICAVA RICA E TU TB...OLHA O DINHEIRO QUE POUPAVAMOS!! acabava a fome em africa!

    ResponderEliminar
  7. acho a ideia verdadeiramente fantástica e aterradora ao mesmo tempo! lol Fantástica porque conseguir estar um ano sem comprar absolutamente nada acho que é necessário uma grande mesmo grande força de vontade e se o objectivo final for atingido acho que é um enorme motivo de orgulho. Aterradora porque como dizia a becky "o mundo melhora quando faço compras" e há muita verdade nisso, o prazer de comprar, de vestir uma nova peça de roupa, o cheiro, é sempre um entusiasmo e estar um ano privado desse pequeno prazer é complicado, eu tenho a certeza absoluta que nunca seria capaz.

    ResponderEliminar
  8. Tenho para mim que o problema não é da roupa, mas sim da incapacidade de fazer contas, de cumprir limites... Saber esperar é uma grande virtude e não se pode querer comprar tudo de uma vez, estourar com o cartão de crédito, deixar de cumprir com as despesas da casa só porque se gosta muito disto ou daquilo. Tem de se saber fraccionar e gastar consoante o dinheiro disponível. E as pessoas não se devem comparar e querer ter tudo o que as outras têm, porque cada carteira é uma carteira...
    Acho que comprar até chegar a uma situação destas é já um pouco doentio. Porque ela deixou mesmo de pagar a renda de casa... Bom senso é preciso!
    Enfim, em situações drásticas são necessárias medidas radicais.
    Mas se formos conscientes e comprarmos de acordo com as nossas posses e garantindo o cumprimento das despesas básicas, acho que poderemos continuar a ser felizes apreciadoras das tendências e criar novos e belos looks! ;)

    ResponderEliminar
  9. Pessoalmente não me considero uma pessoa viciada em compras, nem pouco mais ou menos. Pensando bem, acho que chego a passar um mês ou até mais sem comprar uma única peça. E isto não porque não quisesse comprar. Mas como o dinheiro não abunda, opto por juntar e passar umas férias fora. Claro que é tudo uma questão de prioridades. Não critico quem gaste o seu dinheiro todo, ou quase todo, em roupa e acessórios, porque cada um é livre de investir naquilo que realmente lhe dá mais prazer e satisfação. Um ano sem compras?! Realmente acho que é muito tempo. Se tivesse mesmo de ser acho que não morria de desgosto, mas sabe sempre bem ir renovando o guarda-roupa, principalmente quando conseguimos que o nosso corpo comece a ficar com as formas desejadas (ou a caminho de lá) e os trapinhos começam a ficar melhor! :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. bem.. um ano é dose! Eu estive um mês e aprendi imenso, mas custa porque esta é a nossa paixão! Apesar disso nunca me endividei para comprar roupa, sou controlada com as despesas e tenho um orçamento para as compras! O que importa é não perder o controlo!

    ResponderEliminar
  11. Tomei conhecimento desse blog à uns 2 meses e na altura tb fiquei espantada....eu acho que não era capaz, muito sinceramente, mas se calhar ela tb pensava o mesmo...a necessidade é que a levou a este extremo....
    O nosso grande problema é sermos tentadas a todos os minutos, a cada esquina tem uma montra e com as lojas online então...!Mas mesmo assim estou MUITO melhor...saí de lisboa para uma pequena cidade e noto muitas diferenças no meu consumismo...

    ResponderEliminar
  12. Digamos que 1 ano, é dose extra de loucura e demasiada coragem ;)
    Não sei se conseguiria!!! Mas compreendo as necessidades desta miuda, e mais, sou uma compradora assídua, de tudo e mais alguma coisa, e infelizmente, ultimamente tenho andado a conter-me horrores para gastar no que é estritamente essencial. :( (o € não dá mesmo para tudo)
    Ando a tentar comprar menos mas melhor, do que muito por menos qualidade (que ás vezes não dura nem uma estação).

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Eu acho uma óptima ideia, não sei se conseguia, é certo, mas agrada-me a ideia de valorizar as roupas e acessórios que temos em casa, aprender a fazer novos conjuntos (quase tão bom como comprar) e a descobrir coisas que já nem nos lembrávamos que tínhamos. Além disso ensina-nos a ver o que é que nos faz falta, como os básicos, que tantas vezes não compramos, vamos muitas vezes por impulso só para ter mais uma coisa nova e não porque faça falta ou nos valorize. Eu chego a comprar uma coisa para um determinado conjunto e depois nem a uso mais...e isto acho que não faz sentido nenhum. Conclusão, deve ser muito mais estimulante saber aproveitar o que já temos, do que estar sempre a comprar, ando a chegar a essa conclusão...
    Bjo

    ResponderEliminar
  14. Eu não sei se conseguiria!!! Só se estivesse mesmo muito desesperada =/ sabem tao bem umas comprinhas!! São tão relaxantes...Experimentar roupa nova... andar pelas lojas... é fantastico! Poderia dizer que é uma verdadeira terapia para mim :)

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  15. No meu caso acontece mais com a maquilhagem mas compro porque posso. Nunca chegarei a um extremo destes, apesar de gastar bastante dinheiro por mês, sou adepta da filosofia de quem não tem dinheiro, não tem vícios. Greve de compras de maquilhagem/produtos de beleza a não ser os que acabam entretanto para mim seria impossível. Um mês, talvez.

    ResponderEliminar
  16. NÃO ERA CAPAZ!!!
    Nem sou capaz de imaginar...aliás só de pensar em ficar 1 ano sem compras...fico angustiada...para mim não!
    Adoro comprar...ADORO!

    Qt aos templates já dei +/- conta do recado :) o novo sitio:
    www.styleafter.blogspot.com

    Biju

    ResponderEliminar
  17. A Maria Guedes também aderiu a isto, mas só durante uma semana e com apenas 6 peças de roupa do seu guarda-roupa. Ainda assim, não sei se conseguia!!!

    ResponderEliminar

Obrigado por comentarem!

PORTAL