Dicas de poupança: Os DIY's

terça-feira, maio 17, 2011

São old new's que  os DIY (Do It Yourself) são a melhor forma de atingirmos a originalidade e a individualidade, e são os BFF's da carteira. Mas não quero falar de técnicas de alteração slash criação de roupas e acessórios, mas sim de todo o tipo de coisas que eu - e provavelmente muitos de vocês - faço em casa em vez de "fora de casa" (leia-se: grateeexxx) .

Eu vou basear este meu post unicamente na minha experiência pessoal, e distinguir entre o que se pode fazer em casa (DIY), e o que se deve deixar a cargo de profissionais (DIO - Do It Outside).


Esta é para mim, a parte mais subjectiva. Como sabem, já falei imensas vezes disso, eu tive acne na adolescência e desde aí ganhei bons hábitos no cuidado com a pele do rosto. Além disso a minha pele é meia "duuh" e por isso é parte de mim que eu nunca, nunca!, descuido! Aqui é a parte do corpo em que não podemos olhar ao preço no que toca a cuidados, em que a lógica empresarial que tantas vezes ouvimos "you have to spend money to make money" faz todo o sentido (só que não ganhamos dinheiro, ganhamos antes... Bom aspecto!!).

DIY: Máscaras caseiras (ter cuidado com os ingredientes atendendo ao vosso tipo de pele) para a face e para as olheiras, máscaras de argila ou mesmo aquelas que se vendem na Sephora (e noutras perfumarias). Além disso, o sistema de três passos, todos os dias, duas vezes ao dia!

DIO: Limpezas de pele, que devem ser sempre deixadas a cargo de profissionais de confiança (ter sempre em conta que o "barato [muitas vezes] sai caro").



O Holy Grail dos DIY - O cabelo! Parte em que quaseee tudo pode ser feito no conforto do lar. Aqui está outro campo no qual sou completamente obcecada - tenho imensos cuidados (um dia faço post sobre os produtos que uso), porque "my hair, its my thing". Não pensem que nunca tive desastres capilares - já tive, e já tive muitos! lol Talvez por isso seja tão cuidadosa hoje em dia...
DIY: Máscaras, hidratações intensivas, penteados - a placa de alisar e placa de fazer cachos são os melhores investimentos possíveis - são caros (mais uma vez não escolham os mais baratos) mas poupam imenso dinheiro em cabeleireiro e estamos sempre com o cabelo arranjado, tutoriais no YT para aprendermos truques (muitas vezes fáceis de fazer, como o coque rosquinha) - ter sempre ganchos, elásticos e muita laca à mão: fazem milagres!!

DIO: Cortar e pintar: não me cantem cantigas do corte-você-mesmo e do pinte-você-mesmo (tintas de supermercado) - nada é melhor do que deixar nas mãos dos profissionais. Se souberem fazer o que foi indicado em cima, não custa tanto pagar por estas duas coisas e - muitas de vocês concordarão comigo - em que vale cada cêntimo. Outra coisa muito importante: cerimónias!! Deixar sempre os penteados para festas importantes nas mãos de profissionais... De confiança (esta parte é essencial para o sucesso do penteado, para que este fique exactamente como nós queremos).

Outro tipo de assunto relacionado com cabelo: os pelos! Na era da depilação definitiva (cada vez mais barata) não há como enganar. Uma máquina de depilação é sempre um óptimo investimento, mas a depilação (sobrancelhas, buço, virilhas, axilas e pernas) tem muito que se lhe diga, e é caso para dizer que "cada caso é um caso". Um must-have?? Creme descolorante!!! Nem que seja para casos-de-emergência!

Repitam comigo: prática, prática, prática! Arranjar as mãos e as unhas não tem muito que se lhe diga... Muito cuidado a pintar e a deixar secar. Cuidado com o mito do arrancar cutículas: li recentemente que estas, se forem hidratadas diariamente (com um óleo, género óleo hidratante da Risqué, sabem??) deixam de ser problemáticas, e acaba-se com a maçada de estar constantemente a tirá-las! Nos pés: idem idem, aspas aspas. Um bom creme hidratante em uso diário faz milagres, verniz base (também é essencial, pois o verniz nas unhas dos pés fica mais tempo) e duas camadas de verniz. Cores? Não há como errar com o vermelho!!
 
DIY: Hidratação (mãos e unhas); manicure: verniz base (sempre!!), duas camadas do verniz que queremos, muito mito cuidado a pintar e a deixar secar. Cuidado com o muito do arrancar cutículas: li recentemente que estas, se forem hidratadas diariamente (com um óleo, género óleo hidratante da Risqué, sabem??) deixam de ser problemáticas, e acaba-se com a maçada de estar constantemente a tirá-las! Nos pés: idem idem, aspas aspas. Um bom creme hidratante em uso diários fazem milagre, verniz base (também é essencial, pois o verniz nas unhas dos pés fica mais tempo) e duas camadas de verniz. Cores? Não há como errar com o vermelho!!


DIO: De vez em quando vale a pena deixar nas mãos dos profissionais, especialmente - e mais uma vez - no que toca a cerimónias.


Hoje em dia já não é preciso tirar uma formação em corte e costura para conseguirmos fazer pequenas alterações aqui e ali na nossa roupita - O YT vem, mais uma vez, em nossa salvação!! Mas muito cuidadinho: discernimento e noção real das nossas capacidades são ESSENCIAIS no sucesso de tarefas de alteração ou confecção de roupa.

DIY: Bijuteria, acessórios de cabelo, pequenos toques (coser uma flor, ou um emblema). E o resto depende da prática, e do jeitinho de cada um. Treinar muito, ter boas referências (YT não faz milagres, convém ter uma avó/mãe/tia/amiga que nos ensine as bases do corte e costura) e ter uma boa máquina.

DIO: Ter noção daquilo que conseguimos ou não fazer influenciam muito esta parte, mas na duvida - deixe a cargo de profissionais. Na duvida, ou quando se trata de peças muito queridas e/ou únicas para nós!!! Vale cada cêntimo...


Eu sou mestre nos DIY no que toca a sapatos... Porquê?? Porque nos saldos tenho a mania que o meu pé 38/39 facilmente se pode adaptar a um 40 LOL Faço isso tantas vezes... Mas o certo é que arranjo sempre maneira de os conseguir calçar... São muitos anos de experiência!! hahaha

DIY: Ter sempre palmilhas e mini palmilhas (género "party feet" da Scholl), pensos, almofadas plantares (almofadinhas para aquela parte do pé onde se põem as mini palmilhas), e também umas coisinhas género party feets mas para o calcanhar (ideal para sapatos de número acima). Este é o tipo de coisas que devemos ter sempre à mão, e que conseguem fazer milagres no conforto, e duram uma vida. Se optarmos por pôr palminhas/almofadinhas/borrachas para o calcanhar no sapateiro, vamos ter um trabalho mais bem feito, no entanto pouco versátil - enquanto que esse trabalho vai servir apenas para os sapatos que arranjámos, este tipo de acessórios passam de uns sapatos para os outros, e basta ter uma coisa de cada (afinal só usamos um par de sapatos de cada vez!!).

DIO: Pôr borraca nas solas (faz milagres no andar), cortar tacões, mudar as capas - Sem duvidas as três coisas que se deve deixar a cargo do sapateiro!! O resto, os elementos lá de cima tratam do assunto.

You Might Also Like

11 comentários

  1. caramba.. tens de me ensinar o truque para calçar sapatos de número superior.. calço um 35 (já não se vê este nº em lado nenhum) e nos saldos tenho a mania que um 36 pequeno é capaz de dar e depois passado dois dias de uso já me caem dos pés e ficam postos de lado..

    ResponderEliminar
  2. Muitas palmilhas!!! Muitas e de todos os tipos... A mim fazem milagres!! (; É claro que acabam por nunca serem sapatos para "andar horas" em cima deles (normalmente faço isto para sapatos de "sair à noite" e nunca os levo em grandes noitadas), mas aguentam-se bem! (;

    35 realmente é um drama pegado... Conheço duas raparigas que calçam 35 e estão sempre em drama com os sapatos!!! -.-


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Pois, eu concordo com aquela parte do cabelo: nunca penso em pintar o meu em casa. Tenho medo que aconteça um desastre :/

    ResponderEliminar
  4. Os meus desastres foram mais na ordem do corte hahaha E já bastaram! Mas conheço uma amiga que pintou o cabelo 3x em dois dias... Desastre!!! LOL

    ResponderEliminar
  5. Ui, como te compreendo. Adoro DIY’s mas há coisas que, por muito jeitinho que haja, não arrisco! O cabelo então é uma delas... Cortes e tintas então nunca são em casa! ***

    ResponderEliminar
  6. A Michelle Pham tem imensos tutoriais de DIY de makeup super fáceis :) conheces?

    ResponderEliminar
  7. Boas dicas, em relação ao desafio "Um mês sem Zara", eu não tenho qualquer problema em passar um mês sem comprar nada na Zara , alias já passei alguns meses sem comprar nada na Zara , agora não sei ficar longe da Mango , da Bimba e Lola ,da Uterqüe , do Corte Inglês...
    Agora fico na boa um mês sem comprar nada na Zara !!!!

    ResponderEliminar
  8. Pois.. A famosa SS 2010 da Chanel!!
    Foi uma das minhas colecções preferidas em muitos anos (estive mesmo para menciona-la no post)

    Foi lindíssima, super leve.. Mas depois para o inverno e verão 2011 escolheram uma vertente mais dark, que sinceramente não me agradou nada!

    Mas para mim, compensaram com esta Cruise. Só espero que seja bom sinal para aquilo que vão apresentar depois em Outubro

    bettywithlove.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Bom post, parabéns (: Cabelo, unhas, pêlo, limpeza de pele posso dizer que sempre tive á disposição um centro de estética (de familia), totalmente grátis. Por isso nunca me chateio muito com essas coisas... Sapatos, o meu truque foi andar desde cedo de saltos. Uso todos os dias e estou habituada a um pouco de tudo. Quando aos cuidados diários com a pele, sou um desastre! Sempre tive uma pele MARAVILHOSA e portanto, era desmaquilhar/ creme de dia/ creme de noite e tá feito. Era... porque a coisa mudou há cerca de 1 mês ( vou fazer post sobre isso), em que passei a fazer os três passos diários (por notar alguma oleosidade ao fim do dia)... e está a resultar!

    beijinho*

    ResponderEliminar
  10. Adorei o post Xana! Tamb ém concordo plenamente contigo... cá em casa as unhas, cuidados de pele e depilação das pernocas são feitas ao maior estilo DIY. O cabelo também, e também concordo que é preciso investir em bons utensílios e produtos.
    Agora vou ali comprar umas almofadinhas de calcanhar para ver se
    consigo calçar uns sapatos da zara que me ficam largos :p

    szofi
    as3bolinhasdesabao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. ehehehehe já tinha lido este post e dp n pude comentar q tive de sair e venho entao aqui dizereeee queee eu pinto o cabelo suzinha desde os 14 e que sou uma pró..mas tb já são 15 anos a faze-lo se n tivesse jeito era mesmo lorpa! ahahaah mas concordo ctg....há ppl que pinta o cabelo em casa e que parece que o pintou às escuras e com os pés. enfim. há coisas MESMO que só um profissional consegue dar e proporcionar, tal como ir à manicure...(aiii saudades)..limpeza de pele...coisas de sapatos então...nem me aventuro!! sapateiro 4 sure!!!! *

    ResponderEliminar

Obrigado por comentarem!

PORTAL