Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xanalicious

Sex | 30.10.09

Novembro no Labels...

  • Os melhores looks das novas temporadas de Gossip Girl e The City

  • Inspiração: Frio! (que se supõe chegar este mês)

(fotos: Zara Fall Winter 2009/2010)

  • Wish list especial: Paris! (lá porque não vou, não quer dizer que os pais não tragam encomendas hahaa)

  • Ícone: Marc Jacobs


  • It girl: Aprenda com Carrie Bradshaw


  • A chegada de Jimmy Choo for H&M a Lisboa - Eu vou!



Stay tune
xoxo
Qui | 29.10.09

Ícone Nacional: Loja das Meias!

Para quem pensa que a Loja das Meias é apenas uma cadeia de lojas com roupa over priced - desengane-se!

Recentemente estive no site da loja e estive a ler a sua história, e nunca me passou pela cabeça a importância que esta loja teve na moda em Portugal (não em termos de criações próprias, claro!, mas de forma indirecta, de serviço).


Vou mais longe e digo que a Loja das Meias é a nossa (única!) maison (a maison Chanel começou por vender chapéus, a nossa por vender meias!).
.
.

Aqui ficam alguns dos momentos mais importantes da história da Loja:

  • 1905

A Loja das Meias surgiu há mais de 100 anos, na esquina do Rossio com a Rua Augusta e durante muito tempo vendia somente meias e espartilhos. A história da Loja das Meias confunde-se muito naturalmente com a história da cidade de Lisboa. O local onde se situa o seu primeiro estabelecimento, no ângulo do Rossio com a Rua Augusta, tem sido o palco espontâneo do pulsar da capital.

  • 1925

É ampliado o espaço por ocupação do primeiro andar, instalado o 1o elevador em estabelecimentos comerciais e rasgadas as montras.É dada às montras uma grande importância e introduzido o conceito de montra temática. Surgem os concursos de montras em que a Loja das Meias ganha numerosíssimos prémios.

  • 1933

Na década de 30, sob projecto do Arquitecto Raul Lino e colaboração dos artistas plásticos mais famosos da época, tais como Fred Kradofer e Tomás de Mello, são remodeladas as fachadas exteriores, ampliada a Loja e criadas novas secções. É o caso da Secção de Perfumaria que surge em 1936 em que os perfumes se vendiam apenas em drogarias, a Secção de Acessórios, com carteiras, cintos e bijuteria, a Confecção de Senhora por medida, executada com os nossos tecidos. Aparecem também as primeiras meias de vidro (nylon) que fizeram grande sensação na época, etc.

  • 1939

Com a 2a Guerra Mundial passaram por Lisboa, e são clientes da Loja das Meias, personalidades como Primo de Rivera, Duque de Windsor, Elsa Schiaparelli, Jean Renoir, Guillermina Suggia, Barão de Rotschild, Reis Humberto de Itália, Carol da Roménia, entre outros.

  • 1960

Na década de 60, "the golden Sixties", a Loja das Meias sempre atenta à dinâmica da história, soube aproveitar a prosperidade da época e faz a sua 3a grande remodelação. O projecto é do Arquitecto Carlos Tojal, que teve a colaboração do artista plástico Querubim Lapa. A partir das obras de modernização e ampliação do espaço, dá-se um grande desenvolvimento comercial: na Secção de Perfumaria aparecem as mais conceituadas marcas internacionais e é criado o 1o balcão da Estée Lauder em Portugal.

A Loja das Meias abre-se a uma nova clientela que surge nos anos 60 com grande poder de compra: os jovens.

À clientela feminina e masculina é oferecido uma impressionante selecção de pronto a vestir, importado sobretudo da Itália, França e Inglaterra. São introduzidas grandes marcas como Daniel Hechter, Charles Maudret, Christian Dior, Ted Lapidus, Mary Quant entre outras. Dá-se início à sapataria, na Secção Acessórios, com a venda de sapatos Christian Dior.

Cria-se um novo sector de vendas com artigos de sportswear.

No final da década de 60 a Loja das Meias introduziu pela 1a vez em Portugal as calças jeans - da marca Levi's - que fizeram o maior sucesso.

  • 1971

Com a expansão da cidade surgem novas zonas comerciais. Em 1971, surge na Rua Castilho um Centro Comercial moderno, dinâmico e servido por estacionamento próprio. Numa filosofia de ir ao encontro do cliente e de lhe proporcionar o maior conforto, a Loja das Meias abre aí o seu 2o Estabelecimento.

  • 1974

Com a revolução do 25 de Abril, a alteração dos hábitos dos consumidores e a mudança da mentalidade foram encaradas pela Loja das Meias com espírito empreendedor. A maior parte do seu stock passou a ser produzido em Portugal, dando assim um grande impulso a numerosas fábricas de confecções e acessórios de moda.

  • 1981

Abertura da Loja das Meias das Amoreiras, projectada pelo Arquitecto Carlos Tojal.Com o aparecimento do primeiro grande Centro Comercial, de concepção moderna e europeia, a Loja das Meias é pioneira na adesão a essa iniciativa e abre o seu 3º estabelecimento, no Centro Comercial das Amoreiras.

  • 1995

Abertura da Loja das Meias no Centro histórico de Cascais. A pequena moradia dos anos 40 foi totalmente restaurada e adaptada pelo Arquitecto Francis Leon e pela decoradora Gabriela Leon. A gestão da imagem de qualidade que a empresa criou ao longo dos anos tem sido uma das traves-mestras do seu desenvolvimento.

  • 2000

E chegamos ao século XXI e a Loja das Meias mantém-se, indiscutivelmente, a liderar, como aconteceu até agora, o sector da moda em Portugal.

  • 1996, 1997, 2005.

Em 1996 foi levada a cabo a remodelação da Loja de Castil pelo Arquitecto Francis Leon e pela decoradora Gabriela Leon.

Em 1997 segue-se a remodelação da Loja das Amoreiras pelo Arquitecto Francis Leon e pela decoradora Gabriela Leon.

Em 2005 começa uma nova fase de adaptações dos seus espaços comerciais, começando pela Loja das Meias de Cascais, novamente com o Arquitecto Francis Leon e as decoradoras Gabriela Leon e Rebeca Leon.

.

Informações retiradas do site da Loja das Meias

xoxo

Seg | 26.10.09

As minhas 3 grandes influências!

No outro dia estava a ver um vidio clip de "I'm like a bird", quando me ocorreu que Nelly Furtado foi sem duvida uma influência muuuuito grande em mim na altura... E pus-me a pensar, "e quem mais?".


Aqui ficam as três primeiras grandes influências da minha vida:

SPICE Girls


Eu lanço o desafio de me dizerem que as SPICE Girls NÃO foram uma influência na vossa vida (aplica-se a pessoas minimamente da minha geração!).

De todas elas havia qualquer coisa que me fascinava (excepto Mel B.) - O aspecto de menina de Emma, os high heels de Victória, o sporty look de Mel C, e o à vontade de Geri!



Jackie Kennedy

Porquê Jackie Kennedy, e não Jackie O? Muito simples! Desde muito nova que fui devoradora de tv, e na altura havia o canal da Hallmark em Portugal e eu adorava ver os filmes que lá davam e as mini séries. Uma em especial, sobre a vida dos Kennedy, incluindo todo o relacionamente do Jonh e Jackie (daí o admirar Jackie Kennedy, porque era essa a parte da vida dela que conhecia!).


Simplesmente adorava ver aquela série para ver e rever as toilletes de jackie - os lencinhos ao pescoço, os máxi oculos, os tailleurs Chanel (apesar de na altura nem saber o que era Chanel!!), as luvas pelo cotovelo, tudo! Passava horas naquilo (quem conheçe o canal sabe que aquilo repete, e repete e repete as coisas sem parar! haha).


Claro que nunca me vesti assim, mas deu para perceber a importância de ser "senhorita" e de ter gosto (neste caso, muito gosto!) próprio.


Nelly Furtado

Nem sei explicar o tamanha da influência de Nelly Furtado em mim!


Desde que vi o seu primeiro single "I'm like a bird" foi amor à primeira vista... As calsas largas, os ténis adidas, o risco ao meio e as maxi argolas!!! Resultado? No meu aniversário os meus pais tiveram que me oferecer umas calsas pata de elefante da PIMKIE (lol) e mais tarde uns tenis adidas, e ainda corri todas as lojitas em sesimbra à procura de umas argolas (o inicio da minha mítica colecção de argolas!).
.
Quem foram as vossas referências?


Tell me all about it..


xoxo
Sab | 24.10.09

Look at me: Collants vermelhas

E porquê só pôr fotos de pessoas "famosas", se também adoro os meus looks? hehe Claro que não só os meus, também os das pessoas à minha volta...

Como já disse, adoro as minhas collants vermelhas... E aqui fica uma foto tirada hoje, achei que era engraçado partilhar (só desta vez!)!

Digam-me o que acham..

Porque a melhor inspiração que podemos ter... Somos nós próprios!

xoxo

Qua | 14.10.09

Com a chegado do Outono...

... Chegam collants (amo!), meias pelo joelho e leggings!

O meu jeito preferido de usar é...

Collants - De todos os modos (leia-se com saia subida, vestido girly ou short's), e collants de todos os feitios! As minhas preferidas são as minhas vermelhas (apesar de detestar toda a gente a olhar!), muito inspiradas em Blair Waldorf (of corse!).


Blair Waldorf - A minha maior influência! (:


Olivia Palermo - com mini saia jeans (que já mostrei aqui), Miroslava Duma - com saia subida e botins, Victoria Beckham com vestido e pumps mary janes, e Lauren Conrad - look total black.

Meias pelo joelho - Só tenho umas, que raramente uso. Mas diria que a maneira que gosto de ver é com mini saia e uns bons heels (efeito não muito excessivo de colegial) ou com skinny jeans e botas um pouco mais abaixo da meia.

Serena - look colegial qb, Blair - girly, Lindsay Lohan - com vestido e bota um pouco mais baixa que a meia, e Carrie Bradshaw - vestido e botins.

Leggings - Depois de me render às leather leggings, diria que o meu jeito preferido de as usar para o Outono são com pumps ou cunhas altissimos e ao jeito boyfriend (leia-se com boyfriend jacket, ou boyfriend shirt) ou com uma tshirt mais compridinha (branca e preta!).
.
.

Ashley Olsen, Olivia Palermo e Lauren Conrad - perfeitas à sua maneira (e sempre com high heels!).

xoxo

Ter | 13.10.09

Aprenda com... Andy Sachs

Nem só da vida real vêm as nossas inspirações (como já expliquei aqui), e (quase) nenhuma personagem nos pode inspirar tanto (e tão bem) como Andy Sachs, personagem de The Devil Wears Prada!!

Então que lições de vida nos pode ensinar a it girl?


Respeitar os superiores...

No trabalho, em casa, em família, em amigos, tem sempre que haver respeito. Mas no trabalho existe uma hierarquia, e esta tem que ser muito respeitada! E temos sim (muitas vezes) de aguentar os fretes que estes nos impõem, não só por respeito à tal hierarquia, mas também porque podemos muitas vezes aprender lições preciosas com as pessoas que estão por cima de nós!


Andy aturou a sua superior (e que superior!!) Miranda Priestly, editora chefe de Runway (a maior revista de moda), mas no fim aprendeu várias lições a nível profissional, e pessoal!


Por vezes precisamos de mudança...

Mesmo que não ligue à "moda", não goste de estar a par das ultimas tendências, não passe tardes a ver o Fashion TV, ou não compre a Vogue pontualmente, não quer dizer que não deva cultivar o seu gosto pessoal, que não se deva preocupar em comprar roupas que combinem consigo (ao seu gosto, e ao seu corpo), e principalmente, variar um pouquinho - não cair em conforto e não se tornar boring - Inove!!!

O antes e depois de Andy Sachs


Perceber a importância de Manolo's...

Não só de roupa bonita se faz uma it girl, mas também de bonitos acessórios (bons e intemporais, mas também ousados para dar aquele toque) - Sapatos, malas, acessórios para o cabelo, lenços, cintos, relógios, pulseiras...

Nigel dando a Andy um par de Manolo's para que esta esteja "minimamente composta" lol

Saber dar um toque de senhorita...

Mesmo as menos femininas devem entender a necessidade de, por vezes, sermos senhorinhas! Nada de forçado (pois o resultado pode ser pior), mas para isso comece devagar...

Um bâton vermelho, um acessório cor de rosa, um colar de pérolas...


Os pormenores girly

Aprenda com os exemplos à sua volta...

Na escola, no trabalho, numa saída à noite, em conhecidos ou em desconhecidos... Observe! Nada (ou quase nada) melhor do que observar exemplos à sua volta, dos seus ambientes, e simplesmente... Inspirar-se!

Os chefes, por vezes, não servem só para mandar - Miranda tornou-se numa inspiração para Andy, e Nigel ensinou-lhe dicas preciosas!

Sinta-se bem!

Quanto melhor se sentir, maior será a sua auto estima, ou seja, maior será a sua segurança, ou seja, melhores serão as suas prestações pessoais e profissionais! Capriche...



O poder de um bom corte de cabelo...

Não só de roupas, acessórios e baton vermelho se faz um bom visual... Também deve apostar num bom corte de cabelo (e num bom tratamento pós-corte), numa boa make up, em cuidados com o corpo (hidratação, boa alimentação, ginásio...)! Fazem milagres num look...


xoxo

Seg | 12.10.09

Love the look - The City

Desta vez, não me resumo a apenas um look... São vários looks da primeira temporada de The City.

Aguçar o apetite para a temporada nova!! (:

Whitney

Whitney adora usar roupas super vistosas e diferentes, e sempre com um look descontraído e nada forçado.

Vários looks de Whitney - Peças chave: vestidinhos e acessórios para o cabelo (joga muito com os penteados)
.
Olivia

Olivia é impecável - a tipica socialite de NY (digamos que uma versão mais adulta de Blair Waldorf).


Os vários looks de Olivia - Peças chave: Jóias, high heels, casacos, e cintos
.
Pormenor: Quando estava a pesquisar estas fotos (site da MTV), encontrei uma foto de Olivia no seu closet, e reparando bem (pode ver melhor aqui) Olivia tem o mítico modelo de Manolo Blahnik's como os de Carrie Bradshaw no filme de o Sexo e a Cidade (avaliados à volta de 900USD, apesar de no filme seresm 525€). Que honra senhora Olívia! hihi (Inveja, inveja...)

O mítico par de sapatos, parte essencial do SATC - The Movie (primeiro par de sapatos no famoso closet, "anel de noivado", e calçado do casamento deste par'zinho)

Qua | 07.10.09

Boyfriend Shirt

Muito in neste Verão que passou (e quem sabe, também no Outono) são as chamadas boyfriend shirt's, que são camisas com padrão e corte masculinho.
.

Eu não era grande fan até que me apaixonei por este look de Vanessa Hudgens, e pelas várias vezes em que Lauren Conrad usa as dela no The Hills...
xoxo
Dom | 04.10.09

Os itens intemporais de Chanel

A Maison Chanel é bastante conhecida pelos itens icónicos que fabrica, sendo que os itens criados por Coco chanel ainda hoje influenciam a moda a nível mundial...

Quais são os itens históricos, criados por Coco Chanel?

Little Black Dress
A lenda da moda conta-nos que Coco Chanel criou o primeiro vestido preto.
Este representa tudo o que Chanel simbolizava: conforto, carácter prático e sensualidade auto confiante.
Na realidade não foi Coco Chanel que criou o vestidinho preto, este nasceu simplesmente uns anos antes. Mas foi Chanel que perpetuou a lenda em 1926.

O LBD de Chanel


Tailleur
O famoso tailleur, desenhado por Coco Chanel depois da Segunda Guerra Mundial, pretendia criar uma versão feminina para o terno masculino, mas foi mais que isso.
Este simbolizava também a mudança do espírito feminino, o espaço que as mulheres estavam ganhando ao sair de casa para trabalhar e também toda a practicidade e elegância que isso exigia.
Jackie Kennedy Onassis imortalizou o seu Tailleur Chanel cor de rosa que usava no dia do assassinato do Presindente Jonh Kennedy.

O clássico Tailleur da Maison, e Jackie Kennedy com o mítico Tailleur cor de rosa, no dia do assassinato do Presidente JFK


Colar de pérolas
Foi Coco Chanel quem, na década de 20, inseriu a pérola no contexto da moda.
Ela apostou em colares que dessem várias voltas, à base de pérolas falsas que eram frequentemente misturados a correntes.

Um dos modelos de colares de pérolas de Chanel (actuais), e Anne Hathaway em O Diabo Usa Prada.


Sapato com a biqueira preta
Segundo conta a historia, esta criação tinha como objectivo deixar os pés das senhoras mais pequenos.
O modelo está presente em flats, Mary Jane's, scarpins, e no autêntico sapato Chanel (modelo com a parte de trás aberta).

Vários modelos do sapato Chanel


2.55
Precisa de apresentações?
Em Fevereiro de 1955, foi criada uma das mala mais icónicas do mundo (não só da moda), se não a mais icónica mesmo... O meu sonho de consumo! hihi (com muitos meses de poupança...)
Um enchimento de algodão é cercado por duas partes de couro, e costurado numa padrão absolutamente regular, e à bolsa acrescenta-se outro símbolo Chanel - a alça de correntes.
De acordo com a história a mala foi criada para libertar as mãos das mulheres, e o padrão de costura foi inspirado em fatos dos jockeys.
A clássica Chanel 2.55


Chanel nº 5
 O famoso perfume, constituído por 60 fragrâncias, foi escolhido de entre vários por ser o número 5 (o número da sorte da famosa Coco), e foi lançado no dia 5 de Maio (mês 5) de 1921.
 Mas foi Marilyn Monroe quem tornou o perfume um sucesso. Ao ser entrevistada, perguntaram o que vestia para dormir. Marilyn respondeu: Apenas algumas gotas de Chanel nº 5...
 O sucesso contemporâneo deste perfume é, a meu ver, da excelente publicidade que lhe fazem - em especial a curta com Nicole Kidman e Rodrigo Santoro. Lindo!


Chanel nº 5 - Não precisa de apresentações.