Opinião... Labels vr Status

quinta-feira, agosto 06, 2009

Esta nova "rubrica" serve para expor algumas das minhas opiniões, sendo que agradecia que me respondessem com a vossa em coments (não vale vir ao meu msn e dizer!)...
.
Hoje decidi escrever sobre a importância de Labels!
.
Labels, para quem não saiba, é o nome dado às marcas de luxo (normalmente de moda), as chamadas, em brasileiro, Griffes!
.
Qual será realmente a importância de labels no nosso closet? Será que quem tem um par de Loubotins ou Manolos, ou uma mala Chanel ou Gucci, ou uma blusa Dolce&Gabbana ou Marc Jacobs, é superior ao próximo (em estilo claro)?
.
São perguntas muito ambíguas, onde existem diversas opiniões...
.
.
É certo afirmar que já não vivemos na era em que para se vestir bem, tinha que se ter dinheiro... Mas será que quem tem dinheiro se veste ainda melhor? Não falo em termos de gosto (é mais que provado que DINHEIRO NÃO COMPRA GOSTO), mas se estão duas pessoas com um vestidinho preto, um de label e outro (por exemplo) da Zara, o de Label é automaticamente mais bonito??
.
Eu tive um exemplo muito próximo de mim, de uma menina que apesar de não ter muita roupa gostava de investir em alguns labels tais como Marc Jacobs, Louis Vuitton, etc. Mas era uma menina muito "básica"... Outra menina, dessa mesma envolvente, já era mais "da moda", apostando em básicos chave e em peças mais trend, sem no entanto, dispor de tanto orçamento para as suas compras, ou seja, tal como a maioria dos mortais numa faculdade publica, limitava-se a Zara's e companhias. Tinha mais peças de roupa que a primeira menina, e havia mais estilo, sendo que a primeira tinha um ar mais "queque", talvez devido aos labels!
.
.
Outro aspecto dos labels é... Será que adquirir uma peça de Label é apenas adquirir estatuto?? Eu explico: Com tanta marca, umas mais baratas outras mais caras sem chegar ao luxo!, porque será que o simples mortal (como eu e vocês) tanto sonha com as peças labels? Não será apenas para se sentir superior ao simples mortal do lado???
.
Eu admito que sou um desses seres que sonha com o dia em que irá a Rue Cambon e sairá do nr 31 com a sua Chanel 2.55!! Mas porquê, se eu já tenho uma colecção daquilo que eu chamo "as pseudo Chanel 2.55", visto que é a resposta das marcas mais baratas ao desejo dos tais simples mortais de ter uma 2.55 hehe Mas mesmo que um dia tenha a minha 2.55, os meus Louboutin, etc etc, eu sei que vou sempre sentir uma alegria contagiante quando for à Zara em novas colecções e tiver € no cartão, ou ir aos saldos ver se apanho uma Lollipops engraçada!! Faz parte da minha natureza...
.
.
É claro que é indiscutível que as peças labels são praticamente obras de arte, pois enganem-se as pessoas que enchem a boca a dizer que comprar uma Chanel falsa ou verdadeira (ou qualquer outra marca) é a mesma coisa.. Claro que se paga a etiqueta, mas por detrás do preço estão também materiais de primeira qualidade, e, na maioria dos casos, muito trabalho manual!! Os Louboutins são sim os sapatos mais sexy (sem caírem na vulgaridade), e Chanel será sempre Chanel, etc.
.
.
Entao afinal em quantas ficamos?...
.
Serão labels apenas sinónimo de estatuto (muitas vezes inexistente), ou a compra de peças "para a vida"?
.
Será o sonho de uma pobre mortal de adquirir uma Chanel algo "digno", tal como comprar uma casa com piscina um dia mais tarde, ou apenas deslumbramento?
.
Será tudo uma questão de gostos? Uns gostam de carros, outros de viagens, etc etc.
.
.
Fico a espera...
xoxo

You Might Also Like

4 comentários

  1. Olá Cara Alexandra, venho por este meio felicita-la pelo artigo: directo, prático, interessante e digno de artigo em revista vogue, por isso, é favor de fazer o portfolio... Felicidades ;)Rita Travassos

    ResponderEliminar
  2. Ora bem, Labels é para quem pode, e muitas vezes para quem não pode. Mas em opinião geral acho que não são os labels que vão dar imagem e estilo à pessoa, a umas sim, a aoutras não. Portanto mais vale ter uma peça de roupa que seja baratinha e que fica bem e transmite uma óptima imagem, do que estar carregada de Louis Vuitton, Marc Jacobs, D&G, etc ... se não lhe acenta bem. ;)

    ResponderEliminar
  3. Na minha opinião marca/Labels pressupoe estilo, ou seja, regras de moda, tendencias, mas acima de tudo a chamada "haute couture", o nome diz tudo, a qualidade das peças. Daí os preços justificam-se. Podemos seguir tendencias a preços mais baixos (zara, mango, etc), mas a qualidade não se compara. No fundo traduz-se sempre como um investimento numa peça que dura em qualidade e estilo sem fim de vida,

    Rita

    ResponderEliminar
  4. Amiga Xana, concordo com o que a Rita disse no comentário anterior. E também concordo com a Teresa. Mas, o que é certo é que hoje em dia nem se justifica não andar "minimamente" na moda, os centros comerciais estão a abarrotar de lojas e lojinhas baratas. Apesar das modas, não dispenso de quando em vez umas camisas e uns mocassins. Em relação às roupas/sapatos/acessórios de marca, é óbvio que gosto de ter algumas coisinhas, mas será que dispensava 10% do meu salário (por exemplo) numa mala da marca XPTO ou um par de sapatos Manolos (adoro a Carrie Bradshaw e aquela colecção de sapatos)?


    Beijinho @ Saudade

    ResponderEliminar

Obrigado por comentarem!

PORTAL